REFLEXÕES SOBRE SEIS DÉCADAS

post-inelia-60

As tradições filosóficas orientais e antroposófica, estabelecem um paralelo entre as fases de nossa vida e as quatro estações do ano.

Segundo esta abordagem, o ser humano que consegue chegar à senilidade passa por 4 ciclos de 21 anos, adquirindo em cada um deles conhecimentos e experiências que possibilitam atingir a plenitude de sua maturidade e evolução.

Ao completar meu sexagésimo aniversário, já no final do 3º ciclo, refleti sobre estes preceitos antroposóficos e encontrei várias relações interessantes.

A primavera de minha vida, do nascimento até os 21 anos, foi a fase de formação de crescimento das bases cognitivas e físicas da descoberta do mundo, da educação formal, da aquisição dos valores morais e religiosos, da cultuação da honestidade, respeito, humildade, e da consolidação das relações familiares. A vida desabrocha em novidades e belezas, movida pela força da juventude, igual às cores e aromas da primavera.

O segundo ciclo veio em seguida, ampliando o anterior com a energia do calor e da umidade do verão. A vitalidade do corpo, no seu ponto mais alto, impulsiona a nossa expansão. Dos 21 aos 42 anos dediquei-me ao crescimento profissional. Procurei conhecer todas as práticas corporais, suas técnicas, características e benefícios. Com este acervo pude avaliar qual seria a melhor forma de cumprir minha missão: ajudar as pessoas a atingirem seu equilíbrio físico, mental e emocional. Aos 37 anos, já bem amadurecida nas práticas profissionais, conheci aquela que viria a ser minha mentora na 3ª fase – o Outono (dos 42 aos 63 anos): Romana Kryzanowska.

Nosso outono, como a própria estação na natureza, traz importantes mudanças que irão alterar nossas estruturas fisiológicas, anatômicas, mentais e emocionais. Aos poucos vamos nos despindo de algumas vaidades, hábitos e crenças inúteis, enquanto crescemos em compreensão, emotividade e consciência. A energia biológica começa a declinar, e uma nova força, vinda da maturidade, desperta as virtudes mais elevadas e a espiritualidade.

Este meu terceiro ciclo está dedicado ao cumprimento da tarefa que recebi de Romana: divulgar o Autêntico Método Pilates, suas aplicações e seus benefícios, cujo objetivo mais nobre é manter a saúde, a autonomia e a alegria das pessoas em suas vidas. Joseph Pilates teve este “insight” no segundo ciclo de sua vida; Romana o compreendeu, e aceitou a missão de continuar este trabalho, também na sua segunda etapa; ao final do meu verão, eu também vislumbrei que este seria o principal compromisso da minha vida.

Espero continuar cumprindo este papel com todo o meu empenho, amor e energia. Meu outono vai passar e depois virá o inverno. Preciso estar preparada!

Deixei as sementes, preparei o solo para meus queridos amigos e seguidores para que possam florescer na primavera.

Inelia Garcia
08/dez/2016